Igrejas cujos processos de autorização foram indeferidos devem encerrar as portas

As igrejas cujos processos de autorização foram indeferidos pelo Ministério da Justiça, devem encerrar as portas e absterem-se de toda actividade religiosa.

_DSC0037A informação foi prestada à RNA, pelo director nacional da administração da justiça, Vitorino Mário.

O responsável garantiu que a medida do Ministério da Justiça é de cumprimento obrigatório, sob pena de os seus líderes incorrerem no crime de desobediência qualificada.

“As igrejas que já têm locais de culto, têm de encerrar as portas, cessar toda actividade religiosa sob pena de incorrerem no crime de desobediência qualificada. Estamos a falar de pessoas concretas que, em nome da igreja têm a responsabilidade de titular os órgãos.

Não se vai prender uma igreja como um todo, mas a igreja tem líderes, e estes líderes são titulares de órgãos que nos termos dos estatutos têm responsabilidades claras e concretas”, asseverou.

O responsável fez saber que “isto não é um mero aconselhamento, são decisões administrativas que devem ser implementadas por qualquer angolano ou estrangeiro que queira residir no nosso país, cumprindo a legislação em vigor”.

O director nacional da administração da justiça, informou ainda que, o Ministério da Justiça está a preparar uma lista com mais de mil confissões religiosas, que vão igualmente, ser obrigadas a encerrar as portas nos próximos dias.

http://www.rna.ao/radioluanda/noticias.cgi?ID=81711

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s