Arquivo de etiquetas: Igreja evangelica congregacional de Angola

Igrejas oram a favor da paz e reconciliação

Kuito – As igrejas na província do Bié iniciaram desde sábado, altura em que começaram a ser divulgados os resultados provisórios das eleições gerais pela Comissão Nacional Eleitoral (CNE), a semana de orações, a favor da paz e da reconciliação entre os povos em Angola.
De acordo com o director do conselho da juventude da Igreja Evangélica dos Irmãos em Angola (IEIA), Hélder Bento, ao longo da semana a congregação reza e tem passado aos fiéis a mensagens que visa somente alicerçar a paz e a reconciliação.
Por sua vez, a pastora da Igreja Evangélica Congregacional de Angola (IECA), Isabel Faria, realçou que, no seu templo, mensagens de paz, concórdia e humildade têm sido as mais transmitidas junto da juventude cristã, para promover a harmonia entre os cidadãos de diferentes formações políticas, independentemente dos resultados eleitorais.
Já o bispo da Igreja Católica na província do Bié, Dom José Nambi, assegurou que Deus está de olhos virados para Angola, de forma a iluminar o país durante a divulgação dos resultados do processo de votação, bem como se reza para que não haja incidentes, à semelhança dos registados em 1992.
O prelado disse que, apesar de algumas fraquezas constatadas em alguns partidos políticos quanto à divulgação do programa, o povo angolano escolheu firmemente o seu candidato, aconselhando-os a esperar pacificamente pelos resultados finais.
Dom Nambi disse ainda que os fiéis da igreja até a presente altura se encontram em reflexão, por tudo aquilo que se passou em 31 de Agosto, dia das terceiras eleições no país.

//

Senhoras da Igreja Evangélica Congregacional de Angola (Ieca) defendem igualdade no género

Benguela

 

Senhoras da Igreja Evangélica Congregacional de Angola (Ieca) defendem igualdade no género

Ganda – A educadora da Sociedade de Senhoras da Igreja Evangélica Congregacional de Angola (Ieca), Maria Sara, defendeu nesta quinta-feira, no município da Ganda, província de Benguela, a igualdade e as conquistas sociais, políticas e económicas das mulheres.

Falando no culto de acção de graça em alusão ao 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, Maria Sara referiu que na sociedade tem havido controversas quanto a interpretação a cerca da mulher e em relação a sua origem, seu propósito, sua condição, seu papel na sociedade.

“A mulher tem agarrado a palavra igualdade com homem como símbolo de todas as suas esperanças, mas hoje a mulher pode sentir-se orgulhosa nas suas explorações, na conquista desta igualdade, nos seus múltiplos direitos cívicos, sociais e profissionais”, disse.

Para a responsável, a imagem divina deve projectar-se na comunidade humana, onde homens e mulheres possam entender que o ser humano é visto na sua capacidade de relacionar-se na igualdade revestida pela diferença que permite o homem e mulher exercer o seu papel, sem intimidade, perca de identidade e aproximação.

Maria Sara reafirmou o papel que a classe feminina joga actualmente na igreja, sociedade e família e desde os tempos passados, tendo adiantado que no evangelho estão como educadora, missionaria, pastoras, madres e na vida sócio-económica ocupam lugar de destaque e sem diferença entre homem.

“Encontra-se em diferentes esferas da vida económica e social como medicina, pilotagem, educação, agricultura, entre outras”, apontou a líder religiosa.

Considerou que a mulher faz tudo com a inteligência feminina, educando e procura sempre velar pela sua vida, serenidade das suas atitudes nas conquistas das oportunidades de emprego.

Na família a mulher desempenha um papel preponderante, nomeadamente de esposa, dona de casa e mãe, dai que deve ser económica, eficiente, arrojada, asseada e prudente, cuja educação concretiza-se e tem as suas raízes.

Acrescentou que o bem-estar da família é a principal e maior preocupação da mãe, o seu líder como pai e os filhos, tendo apelado a unidade de todas mulheres no sentido de engajar-se nas tarefas diárias rumo ao desenvolvimento e progresso da municipalidade.

Concerto de música gospel reúne mais de mil pessoas

Huambo

Concerto de música gospel reúne mais de mil pessoas

Igreja Cristã celebra aniversário com espetaculo gospel

Huambo – Mais de mil e duzentas pessoas assistiram, neste domingo, na cidade do Huambo a um concerto de música gospel, numa iniciativa do grupo local

“Embaixadores do Reino”.
Enquadrado no encerramento das actividades alusivas ao 11º aniversario do referido grupo afecto à Igreja Evangélica Congregacional em Angola (Ieca), o evento, segundo a organização, visou elevar o nome de Jesus Cristo através do canto.
O espectáculo foi bastante interactivo, entre os músicos e público, constituído por crianças, adolescentes, jovens e adultos e durou cerca de duas horas, com louvores e adoração a Deus.
O certame contou com a participação dos grupos Estrelinhas da Alva, Irmãos Saundy, Querubins, além do actor Jesmy Nicola que apresentou na oportunidade um monólogo sobre a importância do diálogo e do amor ao próximo.
Em declarações à Angop, o promotor do evento, Almerindo Bastos, disse que o concerto serviu para sensibilizar as pessoas que ainda não conhecem a palavra de Deus, bem como da importância do registo e da actualização de dados eleitorais.
Fundado no ano de 2000, o grupo é constituído por sete integrantes e conta com uma obra discográfica intitulada “Senhor sou Pecador” lançada em 2010

Juventude exortada a namorar com responsabilidade

Huambo
Juventude exortada a namorar com responsabilidade

Juventude cristã deve encarar o namoro de forma responsável

Huambo – O director da juventude da Igreja Evangélica Congregacional Angola (Ieca) do pastorado académico no Huambo, Diamantino Alberto, exortou quarta-feira, a juventude a encarar o namoro de forma responsável, com vista a redução do índice de violência doméstica no país.

Em declarações à Angop, a propósito da realização do curso bíblico de férias intensivo para as crianças, adolescente e jovens da denominação religiosa, apelou a juventude a encarar o namoro como uma fase de preparação para a vida conjugal, conhecendo um do outro em termos de comportamento.
“Ao relacionarmos a juventude e o namoro responsável, temos de considerar as duas camadas juvenis que compõem a sociedade actualmente, temos a primeira composta por jovens com maior instrução de paz, diálogo e de amor ao próximo, ao passo que a segunda está relacionada com a destruição da sociedade, promoção da violência doméstica e fuga à paternidade”, salientou.
Segundo disse, o namoro é uma forma de convivência, onde duas pessoas que se gostam passam bastante tempo juntas com profunda amizade e oportunidade de prepararem a vida conjugal.
Diamantino Alberto aconselhou igualmente as crianças, adolescentes e jovens no sentido de prestarem maior atenção à educação e instrução dos pais e encarregados de educação, visando o resgate dos valores morais e cívicos da sociedade angolana.

Igreja Evangélica realiza conferência provincial

Igreja Evangélica Congregacional da Região Oce...
Image via Wikipedia

Huambo
Igreja Evangélica realiza conferência provincial

Huambo  – O Sínodo Provincial da Igreja Evangélica Congregacional em Angola (Ieca) realiza de 24 a 27 deste mês, na cidade do Huambo, a sua 2ª conferência feminina, cujo objectivo é envolver as mulheres na preservação dos valores morais.

Segundo uma nota do sínodo da Ieca enviada hoje, quarta-feira, à Angop, a conferência vai contar com a presença de 200 delegadas em representação dos 11 municípios da província.

Durante o evento, serão debatidos temas como “Integração da mulher na liderança antes e depois de Cristo”, “A continuação da mulher na preservação da cultura nacional”, “Falta de higiene e suas consequências”, “Mulher como produto de marketing e publicidade no mundo comercial” e “a Mídia na preservação dos valores morais”.

Consta ainda do programa de debates desta 2ª conferência provincial, a abordagem do crescimento espiritual e a mulher cristã, bem como a vida ginecológica da mulher e seu impacto na saúde física e mental.